por Paloma Buso
Designer do Grupo Mais

 

Brainstorming é um termo conhecido como tempestade cerebral, tempestade de ideias ou chuva de ideias. É uma ótima dinâmica, criada por Alex Osborn para resolver problemas, desenvolver novas ideias e estimular o pensamento criativo. Assim podemos expandir a capacidade criativa. O processo é muito importante para começar a solução de um problema até a sua execução.

Fazer um brainstorming é basicamente reunir as pessoas e suas ideias tendo como foco principal alcançar um denominador comum. Todas as ideias devem ser anotadas e discutidas, para que o processo evolua e o grupo decida pela melhor conclusão ao final da reunião.

O brainstorming pode ser dividido em três etapas: a primeira é quando as ideias são geradas, a segunda é para esclarecê-las e a terceira é a avaliação das propostas. Para fazer um bom brainstorming é interessante estar em um lugar estimulante, confortável para ajudar na criatividade e gerar o máximo de ideias diferentes.

Manter o foco em um brainstorming é muito importante, assim é possível captar e absorver tudo o que está acontecendo e todas as ideias que estão sendo colocadas na roda de conversa.

 

O que fazer para garantir um brainstorming eficiente?

Algumas situações devem ser evitadas ou até mesmo proibidas em um brainstorming, como críticas e debates, afinal, toda ideia é valida. Não devemos criticar ou jugar o pensamento de alguém que está participando da dinâmica, pois esse processo serve justamente para desenvolver uma ideia e depois aperfeiçoá-la. Julgamentos e críticas podem causar desconforto em quem está participando, o que gera bloqueio criativo.

É importante que uma pessoa fique responsável por anotar todas as propostas, já que nesse caso muitas ideias serão lançadas. Assim, no final do processo, será possível recordar de todas e analisá-las.

O brainstorming é um recurso fundamental e muito usado na área de publicidade e propaganda, mas muitas empresas de outros ramos vêm se apropriando dessa técnica. Além de gerar ideias ele ajuda a solucionar problemas, e é um trabalho feito em conjunto. No fim das contas, duas cabeças pensam melhor que uma.

O canal Portas do Fundos fez um vídeo super bacana sobre esse tema, mostrando tudo que não pode acontecer em um brainstorming. Veja só: